Pular para o conteúdo
Voltar

Oficina estimula habilidades cognitivas dos servidores da Seplag

Ação teve como objetivo exercitar o cérebro para o desempenho das atividades do dia a dia no serviço público
Éverton Anunciação | Seplag-MT

Jogos de concentração, memória e estratégia foram algumas das ferramentas utilizadas para estimular as habilidades cognitivas dos servidores - Foto por: João Vaz/Seplag-MT
Jogos de concentração, memória e estratégia foram algumas das ferramentas utilizadas para estimular as habilidades cognitivas dos servidores
A | A

Jogos de concentração, memória e estratégia foram algumas das ferramentas utilizadas para estimular as habilidades cognitivas dos servidores da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), nesta quarta-feira (12), durante a oficina “Ginástica para o cérebro”. A atividade é uma das ações previstas no calendário deste ano da Gerência de Aplicação e Desenvolvimento da Seplag.

A criatividade, o raciocínio rápido, a visão e o trabalho em grupo também foram incentivados. Segundo a gerente de Desenvolvimento da Seplag, Yana Morais, essas aptidões são importantes para a resolução de problemas complexos e a manutenção do foco nos resultados.

“Os jogos praticados pelos participantes possibilitam mostrar habilidades muitas das vezes desconhecidas por eles, além de fazê-los perceber quais competências precisam ser melhoradas”, disse.

De acordo com a especialista em ginástica cerebral, Cristiane Gomes, se o cérebro estiver bem estimulado o servidor conseguirá desenvolver melhor as suas demandas. “Quando o profissional tem um cérebro ativo ele consegue desempenhar melhor as suas funções, com mais velocidade e convicção”, explicou.

Conforme o servidor da Seplag, Joaquim Santos, os conhecimentos adquiridos na oficina serão aplicados para “tornar mais ágeis as respostas e resultados dos processos, bem como para ajudar a compreender o outro”. (Supervisão de texto de Nayara Takahara)





Editorias