Pular para o conteúdo
Voltar

Caminhada em parque promove reflexão sobre cuidados com a saúde mental

Em 2019, mais de dois mil afastamentos motivados por transtornos mentais foram registrados na base de dados do Estado
Nayara Takahara | Seplag-MT

Caminhada no Parque das Águas destinada à reflexão sobre o cuidado com a saúde mental - Foto por: Marcos Vergueiro
Caminhada no Parque das Águas destinada à reflexão sobre o cuidado com a saúde mental
A | A

A Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) promoveu nesta quinta-feira (30.01) uma caminhada no Parque das Águas destinada à reflexão sobre o cuidado com a saúde mental, marcando o encerramento da campanha Janeiro Branco Seplag. O evento contou com a presença dos servidores do Executivo estadual, bem como de seus familiares e amigos.

O secretário da Seplag, Basílio Bezerra, destacou a importância do evento. “A Seplag como órgão central de gestão de pessoas se preocupa com o servidor e questões ligadas à saúde vêm em primeiro lugar. Esse momento é de conscientizar sobre a importância do autocuidado com a saúde mental e dos programas que o governo e a própria Seplag possuem voltados para o acompanhamento e assistência social e psicológica dos servidores”, declarou.

Segundo Basílio, no último ano, mais de dois mil afastamentos motivados por transtornos mentais foram registrados na base de dados do Estado.

Dados da Coordenadoria de Perícia Médica e do Sistema Estadual de Administração de Pessoal (Seap), do ano de 2018 e a prévia de 2019, revelam que o número de afastamentos para tratamento da saúde mental é maior entre as mulheres, na faixa etária entre 40 e 49 anos, e que a depressão e a ansiedade respondem por 60% dos pedidos de licenças médicas.

“Escolhemos a caminhada por ser uma atividade simples, acessível a todas as pessoas de todas as idades, que não demanda recursos especiais e pode ser feita em qualquer lugar. Para o tratamento da saúde mental a caminhada é uma das melhores alternativas, pois libera uma quantidade de hormônios que têm um efeito semelhante ao das medicações usadas para o tratamento de doenças como a depressão e a ansiedade”, explicou o educador físico da Coordenadoria de Segurança e Saúde no Trabalho da Seplag, Valdecarlos José.

A servidora da Seplag, Juliana de Arruda, prestigiou o evento e declarou: “Fique muito feliz com a iniciativa. Quando fiquei sabendo da campanha Janeiro Branco logo pensei ‘vou aderir’. A gente passa muito tempo da nossa vida no trabalho, então é importante que tanto a saúde mental quanto a física estejam bem. E o governo dar essa importância para a gente é um suporte, porque você sabe que tem com quem contar no trabalho também”.





Editorias