Pular para o conteúdo
Voltar

Desenvolvimento e valorização profissional são o foco do 1° Fórum Estadual de Gestão de Pessoas

Dinâmicas promoveram reflexões e o alinhamento de gestores de pessoas em tempo de poucos recursos
Nayara Takahara | Seplag

Fórum ocorreu no auditório da CGE e reuniu mais de 150 gestores das unidades de recursos humanos de diferentes órgãos públicos - Foto por: Mayke Toscano/Secom-MT
Fórum ocorreu no auditório da CGE e reuniu mais de 150 gestores das unidades de recursos humanos de diferentes órgãos públicos
A | A

Fortalecer a gestão de pessoas dos órgãos da administração pública estadual, em um cenário de pouco ou quase nenhum recurso para investimento, foi o tema central do 1° Fórum Estadual de Gestão de Pessoas. O evento foi realizado nesta terça-feira (12.03), pela Superintendência de Gestão de Pessoas (SGP) da Secretaria de Planejamento e Gestão de Mato Grosso (Seplag).

“Este Fórum representa o marco inicial para modernizarmos o setor de gestão de pessoas do Estado. A ideia é inovar na gestão de pessoas, valorizando o servidor público em todos os aspectos e o amparando naquilo que precisar”, afirmou durante a abertura do evento o secretário da Seplag, Basílio Bezerra.

De acordo com o secretário existe uma proposta para a valorização do servidor público que prevê realocar o seu potencial de trabalho. A ideia é que a competência e a habilidade desse profissional sejam empregadas em outras áreas da administração pública. “A nossa ideia é que o potencial do servidor seja bem utilizado e com isso, além de valorizá-lo, nosso objetivo é redimensionar essa força de trabalho”, explicou.

O Fórum ocorreu no auditório da Controladoria Geral do Estado (CGE) e reuniu mais de 150 gestores das unidades de recursos humanos de diferentes órgãos públicos. Durante o evento os participantes tiveram acesso a exemplos de boas práticas de gerência implementadas no Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCEMT) e Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), bem como nas Secretarias de Fazenda (Sefaz), de Segurança Pública (Sesp) e de Educação (Seduc), e na Controladoria Geral do Estado (CGE/MT).

Além disso, participaram de debates e dinâmicas sobre o tema central do Fórum com representantes dos órgãos convidados, e sobre a construção de uma minuta da nova legislação de movimentação de servidores do Executivo. Também conheceram as melhorias implementadas no Sistema Estadual de Administração de Pessoas (Seap) do governo do Estado.

Segundo o coordenador de recursos humanos do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, Lusanil Egues da Cruz, já se trabalha no Judiciário com a orientação de “fazer mais com menos”.

Para o secretário-controlador Geral do Estado (CGE/MT), Emerson Hideki, o Fórum acontece em um importante momento de reorganização administrativa. “O Fórum foi uma oportunidade de troca de experiências sobre o cuidado com o servidor, um momento ímpar para a administração”.

Na ocasião, após toda a discussão acerca de ações para o desenvolvimento e valorização do servidor e empregado público, foi apresentado e debatido, ainda, um protocolo de intenções que tem como objetivo formalizar a finalidade das unidades de gestão de pessoas na implementação das políticas de aperfeiçoamento da área.

“Enquanto órgão central, quando a gente pensa em gestão de pessoas, é muito interessante trazer esse alinhamento, esse trabalho em conjunto de forma prática e ampliada”, ressaltou Flavia Soares, coordenadora de Desenvolvimento e Valorização Profissional da Seplag.





Editorias